Embrapa e Associação Rede ILPF fortalecem as cadeias sustentáveis do babaçu e da soja no Maranhão.

Embrapa e Associação Rede ILPF fortalecem as cadeias sustentáveis do babaçu e da soja no Maranhão.

As ações fazem parte do Projeto Desenvolvimento Agrícola Sustentável, em parceria com a Cooperação Brasil-Alemanha por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, pelo Programa Cadeias Sustentáveis.

Entre os dias 15 e 19 de agosto, equipes de profissionais da Embrapa, Rede ILPF, parceiros e apoiadores do projeto capacitaram as mulheres quebradeiras de coco nas comunidades de Itapecuru-Mirim para testar novos coprodutos do babaçu, como o biscoito, gelado e hambúrguer.

“A iniciativa reflete atuação da Embrapa no Maranhão, conectada com as demandas do setor produtivo e articulada com as instituições de pesquisa presentes no estado, para inclusão produtiva e geração de riqueza com baixo impacto ambiental. Essas ações representam o fortalecimento da Rede de Pesquisa e Inovação Maranhense”, destaca o chefe-geral da Embrapa Cocais, Marco Bomfim.

O projeto aborda diversos aspectos da cadeia produtiva como a criação de novos produtos, geração de renda, melhoria das condições de trabalho das quebradeiras de coco.

Segundo Guilhermina Cayres, chefe de transferência de tecnologia, “o objetivo é ampliar e consolidar a rede babaçu como estratégia de conexão de ‘stakeholders’ e geração de produtos sociais sustentáveis, de valor agregado e com potencial para negócios com identidade sociocultural, a partir de uma espécie da sociobiodiversidade, que é o babaçu”.

Westphalen Nunes, representante da Agência GIZ no Brasil, destaca que a agenda para o babaçu vai percorrer a abordagem da cadeia de valor, gargalos, boas práticas, saúde e segurança para as quebradeiras de coco, novas parcerias e novos produtos, comercialização, entre outros temas. “Queremos colaborar para que o babaçu possa explorar suas potencialidades, gerando mais renda e qualidade de vida às quebradeiras, mais opções de produtos de qualidade para o mercado consumidor e mais riqueza com desenvolvimento sustentável para o Maranhão”.

Dia de campo

Em julho a Unidade de Referência Tecnológica (URT) de ILPF, que fica na Fazenda Barbosa em Brejo, no Maranhão, sediou o Dia de Campo: “A importância da ILPF com foco na pecuária no Leste Maranhense.” A atividade para estudantes, produtores rurais e empresas do setor de agronegócio, também fez parte das ações do Projeto Desenvolvimento Agrícola Sustentável.

Flávia Bessa (MTb 4469/DF)
Embrapa Cocais
Press inquiries
[email protected]
Phone number: (98)3878-2241